Alunos com média de 20 revoltados com o sistema de ensino

Um grupo de alunos do 12º ano da Escola Secundária Garcia de Orta manifestou-se esta segunda-feira contra o sistema de ensino da mesma.

aluno

A razão pela qual os alunos se manifestaram deve-se ao facto destes estarem revoltados com o sistema de ensino presente na escola. Um dos alunos revoltados, e que esteve presente na manifestação, disse em declarações à imprensa:

 

Já não sabemos o que fazer para ter notas mais altas, sentimos que o 20 não é suficiente para nós. Vamos a todas as aulas, fazemos todos os trabalhos e testes com nota máxima, parece simplesmente que estagnámos na nossa aprendizagem.

 

O diretor da escola ainda não prestou declarações, mas o que é certo é que as vozes dos alunos têm captado a atenção dos diversos meios de comunicação social da zona.
Acredita-se na possibilidade de fazer um apelo à mudança do método de avaliação no secundário, sendo esta alterada de uma escala de 0-20 para uma escala de 0-100, esta possibilidade já tem vindo a ser sugerida há alguns anos, sem que nenhuma escola se tenha oposto, apesar de alguns alunos estarem contra por acharem mais fácil reprovar nesse sistema.

Em declarações ao jornal local Cátia Andrade, 23 anos, aluna do 11º ano do curso profissional de informática da escola Secundária Garcia de Orta afirmou:

Então agora imaginem, se eu tivesse um 47% num teste, e a minha professora não me alterasse a nota para 50, isso significaria que antes desta regra teria um 9,5, ou seja podia dizer aos meus amigos que tinha passado na disciplina. Estou muito contra isto, não quero chumbar com um “9,5” nos próximos anos.

Atualizaremos a notícia assim que tivermos mais informações sobre o caso.

Comentários

You may also like...